SAÚDE E HIGIENE PÚBLICAS

Patrimónios em Debate

SAÚDE E HIGIENE PÚBLICAS: PATRIMÓNIOS EM DEBATE

II Encontro dos Museus e Instituições de Ciência
e Ciências da Saúde da Área Metropolitana de Lisboa

Novembro de 2020, Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, Lisboa

O ENCONTRO

* Face à emergência de saúde pública provocada pela Covid-19, o encontro “Saúde e Higiene Públicas: Patrimónios em Debate” foi adiado para novembro de 2020. A nova calendarização será  divulgada em junho.*

Em princípios do século XIX, o advento da microbiologia, da bacteriologia e da epidemiologia transformou o laboratório num espaço privilegiado de combate às doenças transmissíveis, revolucionando, para sempre, o entendimento de saúde, doença e tratamento.

A identificação de agentes patogénicos potenciou a introdução progressiva de métodos preventivos por imunização e as preocupações médicas, antes centradas na terapêutica, abriram-se às problemáticas higienistas de cariz público, lançando as bases de importantes e estruturantes políticas de saúde pública de âmbito nacional.

Neste contexto, surgiram os primeiros organismos vocacionados para a investigação e medicina laboratorial e para a higiene pública em Portugal. Apostou-se na limpeza urbana, na análise das águas e dos alimentos, na desinfeção química dos espaços, na introdução de práticas asséticas, quarentenas e isolamentos, na fiscalização sanitária terrestre e marinha regular, na concretização de novos planos urbanísticos, entre muitos outros aspetos.

Os arquivos, museus e laboratórios nacionais preservam um importante património cultural associado ao advento e afirmação da saúde pública no nosso país, nomeadamente instrumentos, máquinas, modelos, manuscritos, impressos e fotografias que testemunham, simultaneamente, a investigação laboratorial, o ensino prático dos médicos e engenheiros sanitários e, em geral, a educação sanitária da população.

No ano das comemorações do 120.º aniversário do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, herdeiro do Instituto Central de Higiene, criado em 1899, precisamente para apoiar os novos serviços nacionais de fiscalização sanitária, para promover o ensino da medicina sanitária e para realizar análises laboratoriais, o encontro SAÚDE E HIGIENE PÚBLICAS: PATRIMÓNIOS EM DEBATE pretende promover e contribuir para o conhecimento, reflexão e divulgação destas coleções, arquivos e espaços edificados associados à memória da prática, investigação e do ensino das ciências e ciências da saúde em Portugal. 

* Face à emergência de saúde pública provocada pela Covid-19, o encontro “Saúde e Higiene Públicas: Patrimónios em Debate” foi adiado para novembro de 2020. A nova calendarização será  divulgada em junho.*

Create your website at WordPress.com
Get started